1912 a 2001

1912

06/10 – Lei de 30 de Setembro de 1912, concede favores e garantia de juros ao Major José Evangelista de Almeida ou empresa que organizar, para construir um Theatro nesta cidade – por Joaquim Thereseano Vallim e Silviano Barbosa

1913

24/02 – José Evangelista de Almeida e Joaquim Cândido de Oliveira convidam os futuros incorporadores e acionistas, para a reunião de empossamento da primeira diretoria da nova Companhia Teatral Sanjoanense, no Centro Recreativo Sanjoanense, abrilhantada pela banda musical do maestro Joaquim Azevedo.
15/05 – Lançamento da Pedra Fundamental – com a benção do Padre Manoel José Marques e oração oficial de Dr. Antônio Cândido de Oliveira Filho.

1914

03/05 – A Companhia Teatral Sanjoanense publica edital para arrendamento dos bares do térreo e do 2º andar do Theatro.
20/05 – O Diretor-Gerente da Companhia Teatral Sanjoanense, Sr. José Evangelista de Almeida, convida os maestros da cidade e região para a
formação da orquestra do Theatro Municipal.
20/09 – Foi assinado o contrato de arrendamento do Theatro, para os Srs. Francisco Galloti e F. Santamaría, por dois anos.
31/10 – Às 20:30 horas, o Theatro é inaugurado em noite de gala, com discurso do Dr. Antônio Candido de Oliveira e sem a presença do Major José Evangelista de Almeida. Apresentou-se a orquestra do maestro Joaquim Azevedo. A seguir, a Companhia Dramática Santos Silva apresentou a peça em cinco atos “Uma Causa Célebre”.
08/11 – A Companhia Dramática Santos Silva continuou apresentando vários espetáculos no Theatro recém-inaugurado: “A Filha do Saltimbanco”, “Sensitiva”, “A Bofetada”, “João Cândido” e a comédia “Na Cara do Pai” e a opereta “Os Sinos de Corneville” de Planquette. Com os atores Santos Silva, Bragança, Gustavo Rocha, Estela Lino, B. de Araújo, Zózima Rocha, Canedo, Eurico Mesquita, Amandio Lima e Wanda de Bragança.
15/12 – A Companhia Dramática Santos Silva apresentou o espetáculo de despedida, “Feitiço Contra”, com a atriz Wanda Bragança e o ator Santos Silva. em 24/12 – O Diretor-gerente convidou para uma festa que constou de duas sessões de cinematógrafo “Mistério de Coatserbo” e “O Tesouro da Ilha Deserta”.

1915

24/01 – Espetáculos com artistas local: “A Gota D´Água” , “A Terra das Maravilhas” e “Capricho Feminino”, em benefício da Igreja Matriz.
12/02 – Apresentaram-se os artistas Rafael e Lucinda Salvaterra, com cançonetas e trechos da ópera La Boheme, de Puccini.
21/02 – Baile de Carnaval. Apresentação de máscaras carnavalescas, com muito confete e lança-perfume.
23/05 – Festival Artístico em benefício da Santa Casa de Misericórdia.
25/04 – Apresenta-se o tenor português José Osório com árias das óperas: “Tosca”, “Favorita”, “Pagliacci” e “Rigoletto”.
02/05 - Palestra literária com o poeta Cornélio Pires, sobre usos e costumes caipiras.
13/06 – Apresenta-se o Trio da Graça - Phoca-Abigail-Moreira, com o espetáculo “De Repente”.
14/08 – Apresentação do filme “”Aventuras de Rocambole” e “Mulher Nua”.
05/09 – Apresenta-se o artista Alberto Capozzi, da Cia. Pasquali de Roma, que está em “tournée” e seguindo para Mococa e depois, Poços de Caldas.
17/10 - A Companhia Teatral Sanjoanense faz manifesto para a emissão de um empréstimo em obrigações ao portador (debêntures) para finalizar as obras do Theatro e pagar funcionários e credores.
12/11 – O Sr. Antônio Luiz de Castro comprou o bar do Theatro.
14/11 – O bar do Theatro foi arrendado pelo Sr. Ângelo Pires Cardoso.
19/11 – Foi apresentado um espetáculo em benefício da orquestra regida pelo maestro Joaquim Azevedo.
12/12 – O Diretor-gerente Adolpho Augusto de Azevedo publica edital para o arrendamento por dois anos, dos bares do Theatro.

1916

16/01 – Apresentação do filme “O Estojo dos Milhões”, em benefício da Cruz Vermelha Italiana.
09/04 – Peça policial “O Testamento”, em 7 atos – Cia. Savoia.
30/04 – Apresenta-se a Companhia Dramática Internacional com as peças: Sogra dos Diabos”, “Cão, Gato, e Rato”, “Bode Expiatório”, “Casa dos Phantasmas”, “Philomena Borges”, “Mater Dolorosa” e “Doutor da Mula Russa”, com os atores: Eduardo Rocha, Taveira, Lino e Leitão, e a atriz Maria Fontana.
16/07 – Apresentação dos filmes: “Visão Suprema” e “Um Segredo de Estado”.
13/08 – Apresentação dos filmes: “A Reclusa” e “A Sombra de Kismet”.
20/08 – Espetáculos com os artistas líricos: Sarah Ruyz e Cavalheiro de Andrade.
30/08 - O gerente da Companhia Teatral Sanjoanense, Adolpho A. de Azevedo, publica edital abrindo concorrência para arrendamento do teatro.
24/09 – A Cia. Dramática “Alzira Leão” apresenta as peças “Vagabundo” , “Gaiato de Lisboa” e “Dama da Camélias”.
28/09 – Companhia Dramática Teatral de Theodoro Laveira
08/10 – Grupo Dramático Musical da Associação Feminina Beneficente e Instrutiva de São Paulo, dirigido por Anália Franco, apresentou a peça em 3 atos “A Feiticeira”.
15/10 – Os antigos arrendatários do Theatro arrendam o Teatro Apolo para exibição de filmes.
05/11 – Estreia a Cia. Dramática e de Operetas “Città di Roma”, com as peças “L´Onore di uma Popollana” e “Il Cappo de Camorra”.
05/11 - O prédio passou a ser administrado por novos empresários, que trouxeram à cidade os mais diversos espetáculos. Os novos empresários retomaram o ritmo das apresentações, até 1919.
19/11 – Brazelino Infante vai preso por chutar dentro da plateia, um pedaço de madeira, descolada de uma cadeira do Theatro.
02/12 - A empresa Galloti, Santamaría e Cia. é fornecedora dos filmes exibidos no Theatro.
03/12 – A empresa que arrendou o Theatro decidiu dar ao público ingressos duplos, com direito a espetáculo gratuitos às segundas-feiras.

1917

25/03 - Com 26 artistas de ambos os sexos, estreou a Companhia Arruda de Comédia, com operetas, “vaudevilles”, revistas, burletas e variedades.
27/07 - Apresentaram-se os artistas Octávio Rangel e Maria Ferreira.
29/07 – Espetáculo em homenagem à “Linha de Tiro 313”, com Octávio Rangel e Maria Ferreira. Crianças cantaram o hino do Tiro local.
02/08 – Troupe Brasil apresenta “Cataretê Caipira”, com o exímio violonista Canhoto.
26/08 – Estreou a Cia. Carrara, com a peça em três atos “Barão de Cotia”, de França Junior. O ator Luis Carrara foi o protagonista.
09/09 – Apresentação dos filmes “O Estranguladores de New York” e “Mystério da Mancha Vermelha” e “I Picolli Martiri”.
23/09 – Apresentação de piano e canto em homenagem ao Pe. Josué de Mattos, em comemoração ao se jubileu de prata, pelas crianças do catecismo. A saudação foi feita pela menina Odette de Carvalho.
11/10 – Apresentação da comédia “A Dona de Casa” e da opereta “Branca de Neve”, em homenagem ao bispo D. Alberto Gonçalves.
17/12 – Recital do tenor brasileiro Marçal Fernandes. Cantou árias das óperas: “Rigoletto” de Verdi, “La Gioconda” de Ponchielli, “Pagliacci” de Leoncavallo, “Lo Schiavo” de Carlos Gomes e “Tosca” de Puccini.

1918

03/09 – A Companhia Teatral Sanjonense decide não mais arrendar o teatro a terceiros, ficando o mesmo sob sua direção, com a gerência do capitão João Jacintho Pereira Junior.
13/10 – O bar do andar superior foi transformado em salão de jogos, contraria ndo alguns frequentadores.
01/11 - A Companhia Teatral Sanjoianense decidiu que o Theatro, a partir de 1919,quanto do término arrendamento acontecido em 1916 , não mais seria arrendado a empresas particulares. A partir de então passaria a funcionar com gerentes. A 1ª gerência ficou a cargo do Capitão João Jacinto Pereira Júnior, e sub-gerência de Francisco Galotti.
15/11 – Achando-se em declínio a epidemia de gripe, João Osório de Andrade Oliveira convoca os acionistas da Companhia Teatral Sanjoanense, para a Assembléia Geral.
08/12 – Sessão Cívica para entrega de Medalha para a Sra. Noêmia Quaresma, Pe. Josué Silveira de Mattos e Dr. Oscar Pirajá Martins, pelo trabalho e dedicação aos enfermos da epidemia de gripe.

1919

13/04 – Cia. Dramática do ator Joaquim de Oliveira e mais 18 artistas.
13/06 – O diretor gerente do Theatro Capitão João Jacintho Pereira Junior, toma as providências necessárias para melhor atender às exigências do público.
30/08 - Apresentação de trechos das óperas “Tosca”; “Bohemia”; “Cavalaria Rusticana” e “Barbeiro de Sevilha”.
07/10 - Espetáculo da Cia. Lyrica Juvenil “Cittá di Roma”, com a ópera em quatro atos de Donizetti, “Lucia de Lamermoor” em benefício da Banda Musical “Guiomar Novaes.
16/11 – Companhia “Clara Della Guardia” com a notável artista Maria Grandini, de renome mundial.
09/12 – Comício político. Encontro com a sociedade sanjoanense, pelo Dr. Renato Paes de Barros, a favor da candidatura do conselheiro Rui Barbosa à presidência da República.

1920

07/09 - Apresentação musical do Grupo Escolar Joaquim José. Canto e declamação.

1923

02/09 – Apresentação da peça “A Pequena Marmita” da Companhia Zaparolli - Maestro Aldo Zaparolli e artistas Alma Zaparolli, Álvaro Fonseca, Adelina Marques, e os tenores Pedro Celestino e Luiz Valperga.

1926

09/03 – Festival Artístico Literário – Direção: Edwina Andrade, Auroro Godoy, Raul Andrade, Prof. Herculano Almeida e Zenaide Paiva. Música, teatro e bailado espanhol com Celisa Costa e Alice Noronha.
21/03 - Companhia Brasileira de Comédia – com a peça “Cala a Boca, Etelvina”, com Álvaro da Fonseca, Jocie Teixeira, Guaracy Oliveira, Adelina Marques, Aurora Rosani e Lina Rubin.
01/05 - Orpheon de Piracicaba – 48 artistas. Com a artista e professora sanjoanense Jaçanã Altair Pereira Guerrini.
29/05 – Trio Esperanza-Diez – apresenta ”Sonho de Valsa” e “La Bayadera”. Canções e operetas.
11/09 – Festival Artístico do Externato São João, da Profa. Anésia Martins de Mattos.
03/10 – Companhia Pinto Filho apresenta “Bataclã Familiar”, com Chaves Filho, Maria Duarte e Mariska.
17/10 – Colação de Grau dos Guarda-Livros - Paraninfo: Dr. João Baptista Boa Vista.
24/10 – Companhia Abílio Menezes apresenta a revista em dois atos: “Número, faz favor”, da Companhia Nacional de Revista, sob direção do ator Abílio Menezes.
31/10 – A peça “Céu Aberto”, de Ari Pavão, foi apresentada com Maria Duarte, Mariska e Chaves Filho, pertencentes à Companhia Pinto Filho.
03/01 - Grandioso Festival Artístico em benefício da Santa Casa de Misericórdia pelo Grupo da Meia Noite.
04/06 – Apresentação do filme “XXVIII Congresso Eucarístico de Chicago”.
26/05 – Espetáculo em benefício da Escola Paroquial “A Sorte Grande”.

1928

23/02 - Companhia Nacional de Comédias apresenta “Greve Geral” e “Ministro do Supremo”, com Cordélia Ferreira, Rosa Cadette, Plácido Ferreira e Palmirim Silva.

1929

21/01 – Em assembleia da Companhia Teatral Sanjoanense ficou decido que seria colocada no Theatro, uma placa com o nome do Cel. Joaquim Cândido de Oliveira, pois foi a “alma mater” da Companhia Teatral.
05/02 – Festival de Caridade com o grupo “Tudo Preto”. Música e teatro.
20/05 – Festival de Teatro e Música pelas Nomalistas de Casa Branca.
08/06 – Companhia de Comédia Jayme Costa apresenta a comédia em três atos: “O Adorável Barcellos”.
03/08 – Instalação de rinque de patinação.

1930

09/02 – Audição do menino pianista cego Armando Marchesotti
05/03 – Companhia Italiana de Operetas Clara Weiss
05/06 – Espetáculo “Tudo de Bom” da Cia Arruda. Diretor artístico Abílio Menezes. Maestro Johnson Jones.
10/07 – Companhia Calazã de variedades – Jararaca estréia a revista “A Nota La Hi”, com os artistas Vanda Calazans, Humberto e Lydia Miranda, Arthur Pereira, João neves, A. Barros e outros.
07/08 – Instalação no segundo andar, onde funcionava o bar, da Sociedade de Cultura Artística.
10/08 - Apresentação do conjunto artístico de Villa-Lobos e Maestro Souza Lima

1931

04/02 – Bailes de Carnaval animados pela Jazz Band com três dias de duração.
01/03 – Apresentação do Conjunto Artístico do Maestro Villa Lobos. Foi recebido pelo Maestro Joaquim Azevedo Filho. Destaque para o pianista Souza Lima, Lucilia Villa Lobos e Anita Gonçalves
31/03 - Festival Artístico, organizado pelo Pe. Nicolau Miranda. 1ª Parte: Comédia e na 2ª Parte, trechos das óperas: Il Trovore, La Traviata, Favorita e mais peças do compositor Pe. Nicolau Miranda. Cenários de Herculano Albuquerque.
10/05 – Companhia Cômica Brasileira
30/05 – Concerto da Banda da Cia. Paulista de Estrada de Ferro
19/07 – Formatura de Contadores e Guarda-Livros do Instituto Comercial. Paraninfo: Dr. José Osório de Oliveira Azevedo. Secretário: Prof. Roque T. Fiori.
30/08 – Companhia Nacional de Comédia Zaparolli, com os espetáculos: “Viva a Folia” e “Quem Beijou Minha Mulher”. Com Alma Andrade e Aldo Zaparolli.
04/10 – Conferência Literária com o poeta Guilherme de Almeida.
29/11 – Festival Artístico, organizado por Beloca de Oliveira. Direção: Raul Andrade, Edwina Noronha Andrade, Herculano de Almeida, Francisco Pianista e Zezé França. Teatro, música e dança.

1932

31/03 – Apresentação da Opereta “Branca de Neve. Direção de Pe. Nicolau Miranda, Prof. Herculano de Almeida e Sras. Beloca Oliveira Costa e Zilah Mattos.

1933

08/09 – Festival Infantil em homenagem ao Pe. Josué Silveira de Mattos

1937

15/02 – O Theatro é vendido para o Sr. Joaquim José Oliveira Neto e passa a se utilizado como cinema e salão de bailes.
30/11 – Já bastante deteriorado, o Theatro é fechado.

1945

12/04 – O Theatro é reaberto.
23/12 – Apresentação do filme “Retrato de Mulher”

1946

11/09 – Guiomar Novaes apresenta-se numa noite memorável. Dr. Benedito Noronha fez uma saudação à pianista sanjoanense.

1947

11/06 - Festival Artístico em prol da nova Santa Casa de Misericórdia

1949

04/08 – Recital de Piano da professora Miriam Pipano

1952

23/07 – Opereta “Sonhos de Fada”. Direção de Beloca Oliveira Costa
10/09 - Companhia de Comédias Procópio Ferreira, com as peças “Esta Mulher é Minha” e “Deus lhe Pague”.
13/11 - Grêmio Teatral Fenelon

1953

14/01 – Festival beneficente dos Padres Redentoristas Juvenal Roriz e José Carlos Lisboa, para o Seminário Maior de Tietê.
10/05 – Sociedade Cultural de Debates: Conferência e ballet “Os contos de Ofmann” com a bailarina Moira Shear
24/05 – Recital de Canto e Piano – Alunos da Professora Miriam Pipano

1954

21/06 – Grandioso Festival – em benefício da festa de São João – teatro, canto e dança. Organizado pelas Sras. Zilá Mattos e Beloca Oliveira Costa. Piano: Ditinha Esteves, Violino: Nascipe Murr e Mattos Jr.
18/08 – Festival de Balé do Conservatório Guiomar Novaes, com direção da Profa. Miriam Pipano.
20/11 – Tenor costarriquenho Miguel Oviedo apresenta árias de óperas.
17/12 – Festival de Ballet da Sociedade Paulistana, com direção da Profa. Dora M. Costa

1955

01/10 – Sociedade Cultural de Debates: Recital de Canto, Piano, Harmônica e Violino dos alunos do Conservatório Guiomar Novaes

1956

09/03 – Sociedade Cultural de Debates: Conferência e Recital de Piano, Violino, Harmônica e Declamação
13/04 – Sociedade Cultural de Debates: Conferência e Recital de Piano e Harmônica
24/05 – Sociedade Cultural de Debates: Recital de Canto e Piano dos alunos da Professora Miriam Pipano
14/07 – Recital de Canto e Piano dos alunos do Conservatório Guiomar Novaes

1957

04/03 – Theatro volta a funcionar como cinema.
01/06 – Sociedade Cultural de Debates: Recital de ballet, piano, canto, violino e acordeon do Conservatório Guiomar Novaes
30/10 - Peça “Transviados”, de Amaral Gurgel, pelo grupo de teatro “GAMA”

1958

14/07 – Sociedade Cultural de Debates: Recital Canto e Piano dos alunos da Professora Miriam Pipano

1964

28/10 – Festival de Gala – Escola de Ballet Terpsicore

1966

20/07 – Walmor Chagas e Cacilda Becker apresentam a peça “O Homem e a Mulher”.

1968

Apresentação do cantor Roberto Carlos

1982

Dercy Gonçalves e Agnaldo Raiol

1985

18/08 – Trazidos pelo engenheiro João Batista Merlin, dois restauradores do Rio de Janeiro, visitaram o Theatro e apresentaram projeto de restauração.
14/12- Secretaria da Cultura, através do secretário Jorge da Cu-nha, libera 70 milhões de cruzeiros para início das obras de restauração do Theatro
17/12 – Solenidade de tombamento do Theatro pelo CONDEPHAAT, passando o prédio a fazer parte do patrimônio histórico-cultural brasileiro, com a presença do Prefeito Sidney Estanislau Beraldo e grande público. Participou a Banda Infanto Juvenil Municipal.

1997

06/03 – Centenário de Fernando Furlanetto – exposição de suas obras e fotos no foyer do Theatro – curadoria de Antônio Carlos Rodrigues Lorette.

1998

10/10 – I Bienal de Artes Visuais – 118 artistas – curadoria de José Marcondes – na plateia do Theatro, ainda no contra-piso.

1999

05/05 – II Semana Furlanetto – Tema “Fotografia” – curadoria de Fritz Nagib – dentro do Theatro, em obras.
18/08 – Quarteto Davi – com Mauro Loguercio, Gabrielle Baffero, Antônio Leofreddi, Marco Décimo – apresentam Haydn e Giuseppe Verdi.

2000

24/11 – Badi Assad e Simene Soul – violão e percussão - apresentam-se e promovem a campanha ”Dê para São João parte do Leão”.

2001

05/01 – Duo Assad – duo de violões.

  • parceria-logo.png
  • sjbv-logo.png
  • oka_amite_empresaamiga_0010_empresas-amigas.png
  • oka_amite_empresaamiga_0009_empresas-amigas.png
  • mecenando.png
  • oka_amite_empresaamiga_0007_empresas-amigas.png
  • oka_amite_empresaamiga_0006_empresas-amigas.png
  • oka_amite_empresaamiga_0004_empresas-amigas.png
  • unifae.png
  • oka_amite_empresaamiga_0002_empresas-amigas.png
  • bigb-logo.png
  • oka_amite_empresaamiga_0000_oka-copy.png

topo da página